Fotos expostas pela ONG Rio de Paz na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, em ato público promovido em maio de 2016 contra o abuso sofrido por mulheres

Direito

Pesquisa investiga as causas que levam mulheres vítimas de violência doméstica a abandonarem os encaminhamentos públicos

Lívia Arcanjo

A luta pela dignidade e proteção às mulheres, encabeçada inicialmente pelos movimentos feministas, impulsionou a criação de políticas de caráter protetivo, como a Lei Maria da Penha (nº 11.340/2006) que completou, em 7 de agosto de 2016, dez anos de auxílio às mulheres vítimas de agressão e é reconhecida pela Organização das Nações Unidades (ONU) como uma das três melhores legislações do mundo no enfrentamento à violência contra as mulheres. Entretanto, ainda que haja avanços em termos de medidas legislativas, essas ainda não reduzem a alta taxa de mulheres agredidas diariamente. 

Edições anteriores